quarta-feira, 7 de abril de 2010

O nosso planeta

Pessoas afetadas pela falta de água e com a seca. Esses são alguns sintomas do aquecimento global. Como o aquecimento global já causa impactos no Brasil?
Greenpeace— 30 de agosto de 2006. O Aquecimento Global está fazendo com que o planeta se aqueça cada vez mais, e com ele vem o efeito estufa, no mesmo é possível encontrar o CO², ou seja, Gás Carbônico acontece devido à queima de combustiveis fosseis como o petróleo e o carvão faz com que esse gás seja liberado na atmosfera. O CO² é o principal responsável pela retenção do calor na atmosfera. Além desse tipo de gás temos também outro gás produzido pelo homem o metano que também contribui, com efeito estufa. Veja os vídeos a seguir:






Efeito Estufa:


É um fenômeno provocado pela propriedade que possuem determinados gases (como o dióxido de carbono, o metano, o oxido nitroso, o ozônio e o clorofluorcarbono) de manter o calor do Sol na atmosfera, impedindo que escape para o espaço depois de refletido na Terra. É a forma natural de manter a temperatura da Terra em torno de 15ºC. Esse fenômeno, portanto, é essencial para a vida no planeta, pois sem eles as temperaturas se manteriam em torno de 33ºC negativos.

A maioria dos gases que causa o efeito estufa ocorre naturalmente na atmosfera. No entanto, a emissão de poluentes atmosféricos está aumentando, devido a fatores como o ritmo crescente da industrialização; aumento de veículos automotores, crescimento demográfico; desflorestamento; aumento de números de animais destinados à alimentação, decomposição de matérias orgânica em aterros e depósitos de lixo e uso de produtos tóxicos nas lavouras. Como conseqüência, há a alteração das condições do meio ambiente e do equilíbrio ecológico.
Foi comprovada a elevação de temperatura mundial, desde o início do século, da ordem de
0,18ºC, e prevê-se a possibilidade de mais 1ºC de elevação até o ano de 2030. Esse número pode chegar a 3 ou 4ºC até 2090, caso não sejam tomando as medidas urgentes.
As previsões dos cientistas são bastante desastrosas e alarmantes: diminuição e degelo da calota polar e conseqüente súbita do nível do mar, que inundaria as regiões próximas aos deltas dos rios, ilhas e terrenos costeiros de baixa altitude. O aquecimento do ar também elevaria o volume de água evaporada, criando um número maior de nuvens, aumentando as chuvas e alterando o regime dos ventos, É possível, ainda, que atuais áreas férteis tornem-se desérticas e áreas hoje desérticas sejam intensamente atingidas por chuvas.
Os cientistas e as organizações ambientalistas propõem alguns métodos para combater o problema, tais como:
- limites para i crescimento demográfico;
- contenção do desenvolvimento produtivo (indústrias/consumo);
- plantio consistente de árvores.

Veja algumas fotos:




Nenhum comentário:

Postar um comentário